Ingresso dos Alunos

A forma de ingresso das crianças no NDI modificouse no ano de 1994. O critério socioeconômico foi substituído pelo sorteio das vagas entre as crianças, filhas de pais ou seus responsáveis vinculados à universidade:estudantes (30%), técnicos administrativos (40%) e professores (30%). Atualmente, depois de um longo processo de debates no NDI e em toda a UFSC, com a participação do Conselho Universitário, relativo à abertura das vagas existentes para toda a comunidade e não apenas para a comunidade universitária, o critério de ingresso modificou-se, bem como conquistou-se o direito de que qualquer criança possa concorrer às vagas do NDI. No edital do ano de 2013, as vagas foram distribuídas da seguinte forma: 5% para crianças com deficiência; excepcionalmente, 30% para filhos de alunos da graduação e 65% para filhos da comunidade em geral, considerando para todos novamente o critério socioeconômico.

A partir do ano de 2014, no entanto, o ingresso foi feito via sorteio universal, resguardando 5% das vagas para crianças com deficiência. Em outras palavras, a partir de 2014, o NDI passa a ser integralmente público.

(Proposta Curricular do NDI, 2014, p.78-79, http://ndi.ufsc.br/files/2015/04/Proposta-Crricular-do-NDI.pdf)